RESUMO SESSÃO ORDINÁRIA 10/11/2021

Últimas Notícias

A Câmara Municipal de Esperantinópolis realizou mais uma sessão ordinária nesta quarta-feira, 10/11, observando os cuidados sanitários e transmitindo também os trabalhos pelas redes sociais, para que os cidadãos possam acompanhar mesmo de seus lares.

O presidente Hudson Brito abriu a sessão chamando a atenção do público para a entoação do Hino Nacional, que foi procedido de oração realizada pelo revendo Pe. Airton Andrade, que se fazia presente e foi convidado a tomar assento entre a mesa diretora no plenário.

O secretário executivo Eliseu Nascimento deu continuidade com a leitura da ATA da sessão anterior, n° 1.112, de 03 de novembro de 2021.

Na presente sessão, foi apresentado o Parecer N° 02/2021, com vistas do vereador Leandro Lima, em que foi relator do PL Nº 011/2021, que dispõe sobre a Lei Orçamentária Anual – LOA/2022. Após analisar os aspectos jurídicos, a peça da ordem financeira, seguridade social, contábil e outros mais, a Comissão de Orçamento e Finanças, percebendo a legalidade, estrutura e constitucionalidade da mesma, manifestou parecer pela aprovação, restando a apreciação e votação por parte do egrégio parlamento.

Em tempo, o Projeto de Lei em comento estima a receita e fixa a despesa do Município de Esperantinópolis para o exercício financeiro 2022. O prefeito Aluísio Carneiro, chefe do Executivo Municipal, destaca em justificativa que a aprovação se faz necessária para o pleno funcionamento das atividades administrativas.

Na tribuna, o relator explanou a matéria a fim de suscitar o entendimento, e os vereadores puderam discuti-la. Diante do resultado favorável, o Projeto de Lei foi aprovado.

Ao receber oportunidade para estender sua saudação, Pe. Airton, atual pároco da Paróquia Nossa Senhora do Rosário de Fátima, exaltou o papel e atuação do Legislativo para a população. “Sessão muito importante, o cerne de todas as boas decisões que beneficiam o povo. Aqui os representantes legais do povo fiscalizam e pleiteiam projetos que garantem melhor qualidade de vida e políticas públicas nas áreas de saúde, educação, infraestrutura, saneamento básico etc.”, asseverou. Como não houve mais nada a ser tratado, a sessão foi encerrada.